-
 
PortalInícioRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 Rua Nayoro 12 - Ap 112

Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7  Seguinte
AutorMensagem
GM Beelzeb
Membro da Equipe de Administração
Membro da Equipe de Administração
avatar

Mensagens : 47
Data de inscrição : 27/08/2018

MensagemAssunto: Rua Nayoro 12 - Ap 112   31/10/2018, 00:33

Relembrando a primeira mensagem :



-Casa de Arthur Whittle
-Prédio bonito e elegante;
-Apartamento grande com vista para a cidade, espaçoso.

_________________

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário

AutorMensagem
Amelia Whittle
Harunami [Beta Tester]
Harunami [Beta Tester]
avatar

Mensagens : 25
Data de inscrição : 02/11/2018

Ficha do personagem
Raça: Dragão
Classe: Tank
Nível Nível: 1

MensagemAssunto: Re: Rua Nayoro 12 - Ap 112   7/11/2018, 04:11

- Mais homem que todos os irmãos, euzinha. Mas meu corpo ficou feminino, fazer o quê.


°Ela dava de ombros, brincando com o que Frankie havia dito. Era óbvio que internamente já estava shippando Frankie e Sayaka, porque ela era bem dessas mesmo, mas não externava absolutamente nada além da sua cara normal. Ao terminar a latinha, ela deixava em um canto e se levantava, começando a treinar uns soquinhos no ar. Ela literalmente era hiperativa, com atestado e tudo.°


- Sabe, Sayaka-chan. Quando eu era bem novinha, o Frankie ficava me enchendo o saco o tempo todo. Teve um dia que ele me encheu tanto o saco que eu dei um suplex de raiva. Eu tinha 9 anos. Depois disso ele ficou com medo de mim e fugiu pro exército.


°Claro que a história não era beeeeeeeeeem assim, mas né.°

_________________

"Let me handle this."
'cês repararam que o reflexo tá diferente?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Sayaka Nagisa
Yukiyama
Yukiyama
avatar

Mensagens : 28
Data de inscrição : 31/10/2018

Ficha do personagem
Raça: Anfíbio
Classe: Assassino
Nível Nível: 1

MensagemAssunto: Re: Rua Nayoro 12 - Ap 112   7/11/2018, 22:24

*Riu divertida com os comentários de Amy-san e realmente ficou bem feliz quando esta lhe chamou de "chan" em vez de "san", pois significava que ela já estava se sentindo a vontade com ela para lhe chamar assim, ficava realmente bem feliz com isso, afinal Amy-san parecia uma mulher super feliz e hiperativa! Parecia uma criança até e gostava de crianças então achando-a uma graça!*

- Não ligue para eles! Seu corpo é lindo e sua personalidade mais ainda! - *A elogiou pois era a verdade. Então novamente riu levando a ponta dos dedos sobre os lábios com a história.* - Oh! Com certeza foi por causada do suplex! Haha! 

*Então ela abriu um sorriso e se levantou assim que o detetive voltava e lhe emprestava algumas roupas para seu conforto na casa deste. Agradecendo-o com um aceno da cabeça. Então riu baixo por ele dizer para ficar mais a vontade que os próprios irmãos, era engraçado como eles se interagiam entre si. Realmente deveria ser uma sensação boa ter irmãos! A mulher então pegou as roupas sobre a mesa de centro, deixando-as sobre o braço agora, virou-se para Frank-san agradecendo-o agora novamente por ele aceitar voltar consigo até Yukiyama amanhã.*

- Muito obrigada, Frank-san! Você realmente é uma graça de pessoa!

_________________


Aaah como vocês são bonitinhos!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Frank Whittle
Yukiyama
Yukiyama
avatar

Mensagens : 99
Data de inscrição : 14/10/2018

Ficha do personagem
Raça: Dragão
Classe: Tank
Nível Nível: 2

MensagemAssunto: Re: Rua Nayoro 12 - Ap 112   8/11/2018, 00:28

- Isso é verdade, os soldados da força aérea eram menos brutos que a Amy com 9 anos. E eu lembro desse suplex aí, doeu pra caralho. Que bom que minha cabeça é dura, ahaha! Mas me conta que graça teria ter irmãos se não for pra encher o saco, haha.

*Realmente não era bem isso. Frank entrou pra força aérea por gostar demais de voar e de aviões e isso, somado à sua capacidade absurda com exatas e mecânica, facilitou para que logo se tornasse engenheiro chefe e responsável pelo funcionamento de todos aqueles aviões maneiros. Mas continuou na brincadeira e tirando sarro da irmã.*

- Aha, sentia falta de te zoar, pirralha.

*Frank só não era o que mais zoava a menina porque Matt, sendo gêmeo de Amelia, conseguia se superar sempre nesse quesito, a ponto dos dois viverem discutindo. Mas, na ausência deste, o trabalho de encher o saco da irmã ficava para Frank, apesar de que, com ele, geralmente isso se mantinha dentro do saudável. Como esperado, Arthur logo pegou uma muda de roupas para Sayaka também e ofereceu a ela o melhor quarto, justamente por ser uma convidada na casa. O loiro concordou com isso, ele e Amelia se viravam facilmente em qualquer canto. Mas, logo em seguida, o loiro não conseguiu evitar de ficar vermelho com o que a moça disse.*

- N-não tem de quê.

*Respondeu com um sorriso meio desconcertado, abaixando um pouco a cabeça e levando uma de suas mãos até a nuca. Não tinha jeito, quando dizia respeito a mulheres (com exceção de Amelia) Frank ficava com vergonha fácil e em saber o que fazer com elogios.*

_________________

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Arthur Whittle
Harunami
Harunami
avatar

Mensagens : 54
Data de inscrição : 30/10/2018

Ficha do personagem
Raça: Dragão
Classe: Atirador
Nível Nível: 1

MensagemAssunto: Re: Rua Nayoro 12 - Ap 112   8/11/2018, 00:51

* Apenas ficava ouvindo a conversa deles, enquanto se distraía. Pensou em acender outro cigarro, mas as garganta estava bem ruim já. Era melhor pegar leve, então, apenas apagou o seu próprio e se levantou da cadeira, indo até o muro de mármore que havia na varanda - aqueles de proteção, mesmo - e se apoiou nele, enquanto olhava pelos vidros longos da janela a chuva caindo tranquilamente. Conseguia ouvir bem o barulho, dado parte do vidro estar levemente aberto para o cheiro de cigarro não impregnar a casa. Ficou sozinho ali, ouvindo a galera se divertindo e conversando, e isso era o suficiente para acalmar o detetive. Mas, ainda pensava naquele ruivo, e por alguns segundos, jurou que o viu passar lááááá embaixo, dando um sorriso idiota para o detetive. Realmente, ele era um pouco noiado com o trabalho.

_________________

Be professional once, Adachi!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Amelia Whittle
Harunami [Beta Tester]
Harunami [Beta Tester]
avatar

Mensagens : 25
Data de inscrição : 02/11/2018

Ficha do personagem
Raça: Dragão
Classe: Tank
Nível Nível: 1

MensagemAssunto: Re: Rua Nayoro 12 - Ap 112   8/11/2018, 02:49

- Fazer o que. Eu jurava que ia virar uma lutadora profissional quando criança, vocês lembram? Eu fazia boxe, muay tha, taekowndo e ainda sobrava energia para brigar com o Matt o resto do dia.


°Ela ria ao se lembrar desses momentos bons e, bem, ela ignorou completamente o elogio de Sayaka por motivos iguais aos de Frank: ela não lidava bem com elogios vindo de garotas, sendo que sua bochecha até se ruborizava, exatamente como o irmão. A diferença é que ela estava de pé dando soquinhos no ar e podia dar essa desculpa. Ela viu Arthur e sabia que ele precisava refletir. Talvez já tivesse interagido demais sendo que ele é... ele, sempre na dele, pensando e pensando... Talvez por isso se dessem tão bem quando mais novos: um é o oposto do outro. Uma é elétrica, o outro é calmo. Um é racional, a outra é impulsiva e assim vai. Após mais um tempinho treinando, ela parava do nada e começava a andar para o quarto de Arthur.°


- Vou tomar um banhão porque eu devo estar fedendo, té mais.


°E, se Arthur não a parasse, ela entraria no quarto dele, tomaria banho no banheiro dele e fuçaria as gavetas do irmão atrás de umas roupas confortáveis para se vestir. Se ele permitisse, enquanto pegava as roupas, ela definitivamente pensaria que aquela gaveta era a gaveta mais confortável do mundo.°

_________________

"Let me handle this."
'cês repararam que o reflexo tá diferente?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Sayaka Nagisa
Yukiyama
Yukiyama
avatar

Mensagens : 28
Data de inscrição : 31/10/2018

Ficha do personagem
Raça: Anfíbio
Classe: Assassino
Nível Nível: 1

MensagemAssunto: Re: Rua Nayoro 12 - Ap 112   8/11/2018, 17:49

- Hehe, Amy-san era uma garota bem animada mesmo!

*A mulher riu baixo da história da garota antes desta ir ao banho, se despediu dela que tomou seu rumo ao banheiro do quarto do detetive e já que Arthur mencionou que havia um outro banheiro na casa ela decidiu então tomar o seu banho também. Não antes de avisar os dois homens ali, notando que o loiro havia se envergonhado do pequeno elogio, ela riu baixinho para si.*


- Não precisa ficar envergonhado, Frank-san!

*Ela caminhou até a batente da porta da varanda e viu o detetive bem na dele, pensativo enquanto fumava seu, talvez, costumeiro cigarro. Ela então o avisou.*

- Vou aproveitar e ir tomar um banho também! Muito obrigada pelas roupas limpas, Arthur-san!

*Então olhou mais uma vez para Frank sentado e sorriu gentil, dando um breve aceno com a mão de "até logo" antes de tomar seu caminho para o banheiro livre tomar seu banho. Normalmente seus banho demoravam bastante pois lavar todo aquele cabelo era bem complicado, por sorte a mulher tinha uma paciência enorme para esses tipo de coisas.* 

_________________


Aaah como vocês são bonitinhos!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Frank Whittle
Yukiyama
Yukiyama
avatar

Mensagens : 99
Data de inscrição : 14/10/2018

Ficha do personagem
Raça: Dragão
Classe: Tank
Nível Nível: 2

MensagemAssunto: Re: Rua Nayoro 12 - Ap 112   8/11/2018, 18:11

- Ok! Vão lá!

*Após as meninas entrarem para tomarem seus banhos, Frank terminou sua última lata de cerveja (ta bom por hoje, né?) e se levantou finalmente e foi até a sacada, ficando ao lado do irmão, mas nem disse nada. Só acendeu um cigarro e ficou lá, sentindo o vento, o cheiro da chuva e finalmente parando um momento para também focar em seus pensamentos.*

_________________

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Arthur Whittle
Harunami
Harunami
avatar

Mensagens : 54
Data de inscrição : 30/10/2018

Ficha do personagem
Raça: Dragão
Classe: Atirador
Nível Nível: 1

MensagemAssunto: Re: Rua Nayoro 12 - Ap 112   8/11/2018, 21:01

- Bom banho, meninas.

* Então Arthur deixou Amy fazer o que bem entendia, afinal, não tinha segredo algum para com os irmãos. Então, ele viu Frank se levantar enquanto Sayaka trancava a porta do banheiro, e Arthur também se levantou, apenas para ir de oposto ao seu irmão, e pegar mais uma lata. Colocou esta no muro da varanda, e ficou ao lado do irmão. Mesmo bêbados, ele sabia que podiam conversar. E bem, estavam sozinhos agora. Acendeu um cigarro junto ao irmão, e então, bateu seu ombro contra o dele, antes de olhá-lo com os olhos felizes e o rosto corado por causa da bebida. *

- Foda, né?

_________________

Be professional once, Adachi!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Frank Whittle
Yukiyama
Yukiyama
avatar

Mensagens : 99
Data de inscrição : 14/10/2018

Ficha do personagem
Raça: Dragão
Classe: Tank
Nível Nível: 2

MensagemAssunto: Re: Rua Nayoro 12 - Ap 112   9/11/2018, 01:36

- É... foda pacarai.

*Soltou um suspiro longo, levando uma das mãos até o cabelo e passando os dedos entre os fios loiros até alcançar a nuca e, então, olhou para Arthur devolvendo o sorriso.*

- Que bom que estão aqui. De verdade. Acho que... nunca fiquei tão feliz de ter vocês por perto.

*No início do dia Frank estava bem cabisbaixo, pois mesmo com um emprego novo, em uma cidade nova, ainda se sentia completamente sozinho. Mas agora que os irmãos estavam ali, ao lado dele, e que poderia vê-los sempre que quisesse, acabou se sentindo um pouco mais confortável e pensando que ficaria melhor para reerguer sua vida com o apoio deles.*

_________________

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Arthur Whittle
Harunami
Harunami
avatar

Mensagens : 54
Data de inscrição : 30/10/2018

Ficha do personagem
Raça: Dragão
Classe: Atirador
Nível Nível: 1

MensagemAssunto: Re: Rua Nayoro 12 - Ap 112   9/11/2018, 03:03

* Arthur sorriu pro irmão, e ficou ainda mais feliz ao ouvir aquilo. Logo, colocou ambos os braços e se recostou com preguiça sobre o parapeito da varanda, enquanto fumava seu cigarro tranquilo. A chuva lá fora era quase que um amortecedor; ela amortecia a dor e principalmente, o fardo do trabalho e da vida. Para Arthur, podia-se dizer que a chuva é quase terapêutica. *

- A gente tá junto agora, Frankie. Eu, você, Amy. E papai sempre disse que isso aconteceria, lembra? Que a gente não deveria deixar um ou o outro de lado. A vida fez que a gente se separasse lá trás, mas fez a gente ficar junto agora. E eu amo você, eu amo a Amy. Eu sinto saudade do Matt, se ele estivesse aqui, seria a maior loucura do universo. Porém, eu sinto dizer que eu não vou poder ficar tão próximo de vocês o tempo todo, e vocês devem saber disso. Tenho uma agenda super corrida, espero que fique mais tranquila por agora. E é bem, ãhn... você deve ter percebido. É por isso que não me casei. Se eu for ter uma relação, ou se eu tivesse alguma relação mais séria, eu queria dar o mundo pra pessoa. Eu queria dar o mesmo amor que a mãe e o pai nos ensinaram, pra apenas uma pessoa ou duas, um filho. Uma filha. É meu sonho, Frankie, você sabia? Ter uma família. Além de vocês, ter uma família que eu possa dizer que amo. Uma família a qual vai me fazer rir depois de um dia merda, depois daquele dia fodido olhando corpo de gente morta a porra do dia inteiro e depois interrogando ladrão filho da puta que acha que é gente. Uma... uma criança que corresse e me abraçasse igual a Amy fez. Me enchesse o coração com uma ação, e não um moleque tipo o Adachi dando um tapa nas minhas costas, me dando uma cerveja e falando "vai ficar tudo bem, Arthur-san!" com aquela voz animada. Eu adoro, mas poderia ficar melhor. Eu... eu só queria uma família, Frankie. Eu só queria que não fosse tudo assim. Eu só queria não amar meu trabalho mais do que amo à mim mesmo. Eu só queria sorrir, eu só queria ser eu mesmo. Eu não queria ficar com essa cara de merda o dia todo, as olheiras comendo meu rosto ou qualquer merda. Ou essas merdas de fios brancos aparecendo com quarenta e um anos, sabendo muito bem da nossa linhagem. Olha pra você, Frankie. Você tá intacto ainda, mesmo que oito anos ou sei lá quantos mais novo do que eu, você tá intacto. Com a sua idade, eu já tinha essas merdas de fios brancos. Eu queria não amar tanto a porra de vida de policial, eu só queria... eu só queria... 

* Arthur batera forte contra o parapeito agora, um soco resistente que fez este tremer inteiro. Lágrimas saíam do olho fechado do detetive, que logo os abria novamente deixando duas gotas serenas caírem de cada olho. Olhava ainda para o horizonte, a chuva caía mais forte, brandava como uma Deusa lá fora enquanto ele espirrava todos os problemas para pelo menos uma pessoa que o ouvisse; uma pessoa que o amasse de verdade. *  


- ... ser feliz, Frankie.

_________________

Be professional once, Adachi!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Rua Nayoro 12 - Ap 112   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Rua Nayoro 12 - Ap 112
Voltar ao Topo 
Página 6 de 7Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7  Seguinte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
- :: Gakuen RivalS: O Jogo :: Nishigaki-
Ir para: